Review: Teen Wolf 5x16 - "Lie Ability"

Olá leitores, este aqui é mais um resumo com as principais partes do capítulo desta semana de Teen Wolf este sendo o capítulo 16 da 5ª Temporada. Atenção não leia o texto a seguir caso não queira saber nenhum spoiler sobre o capítulo!

Muito bom TW se reerguer nesse episódio. A série sempre teve a capacidade para alçar voos maiores, mas eu vinha sentindo que ultimamente ela estava passando por uma barriga daquelas. Parece que finalmente se reergueu. “Lie Ability” veio com muita #Stydia, momentos #Malira, quimeras servindo para alguma coisa e o pico do episódio: Scott e Meredith.

O episódio já começa bem, com uma cena de luta do tipo Everyone vs Hellhound, em que as quimeras tentaram dar pelo menos um caldo na luta, mas não conseguiram. Nesse começo também é válido mencionar o momento em que o Valick fura a perna do Theo (cada cena de sofrimento dele lava um pouco a alma dos fãs).

E o que foi aquela cena Scott feat. Meredith??? Eu fui pego de surpresa, ainda mais por ter tido aquele desfecho perfeito em que a Mer., mesmo meio vegetativa, manda um “save her” para o Scott. Aquilo ali foi uma cena das melhores.

Outra coisa que foi bacana foram os shipps. Tivemos Stydia sendo vida (amo forte), como sempre, e uma trilha sonora perfeita para o momento. Tivemos também Malira, e devo dizer que já shippo para tudo: namoro, casamento, amizade, amizade-colorida, lancinho, o que vier está bom. A série sempre foi muito boa ao dar aos fãs o que eles querem (a exemplo da quantidade absurda de Sterek no começo) e nessa temporada não está sendo diferente.

Algo que me chamou bastante atenção foi finalmente darem uma utilidade para as quimeras. Supostamente era para serem os lacradores da temporada, mas com a pouca exposição dada, eles simplesmente parecem boring e ridiculamente inúteis. Poder ver que um deles realmente tem uma utilidade (mesmo que seja apenas como um canudo para sugar a energia da Kira) serve para provar que ainda há esperança para esse grupo até então visto como desnecessário.

Na cena em que temos um diálogo entre Stiles e Theo, eu percebi que forçaram um desenvolvimento ali, com a exposição do passado do Theo, justamente para redimirem o personagem, já pensando num futuro em que ele possa aparecer de forma recorrente. Não acredito que seja uma boa ideia, justamente pela rejeição que o personagem tem. O Theo é detestável em todos os aspectos e não é só uma historinha triste que vai mudar a opinião do fandom. Ainda sobre o desenvolvimento dos personagens, tentarem dar um ar Stiles-Scott à amizade Mason-Liam é muito desagradável. Primeiramente porque Mason-Liam parece basicamente uma cópia da original e lacrante Stiles-Scott, só que menos divertida, pois eu já tive tempo de me acostumar com a amizade dos originais. E nem é culpa do Mason, que é até carismático, mas sim do Liam que é um personagem desnecessário para a trama geral.

Considerando tudo, foi um excelente episódio. Com uma trilha sonora cativante, pudemos ver muitos shippsmaravilhosos, um fragmento do plot principal desenrolado (com a demoradíssima fuga da Lydia) e ação de sobra. Fica a dica para os escritores pararem de dar tanto screen time para Liam, quimeras e esse povo, e focar mais nos principais originais e no Mason. Se prestarmos atenção, a Lydia praticamente não falou pela maior parte da temporada, só gritou e gaguejou. Um absurdo, porque ela é uma das fan favorites, junto com Stiles.

Fonte: Mix de Séries por: Roger Olly

Postar um comentário